«

A ASSEMBLEIA GERAL MAIS IMPORTANTE DA DÉCADA!

No próximo sábado, dia 14, os sócios do Palmeiras novamente serão chamados às urnas, em mais uma Assembleia Geral referente a alterações no Estatuto Social do clube.

Na votação deste sábado há pontos importantíssimos, outros relevantes, e outros que são (má) perfumaria. Na estratégia de fatiar a reforma do Estatuto, infelizmente adotada pelo Presidente Seraphim Del Grande ao início do seu mandato, o sócio responderá a 8 perguntas que chegam – pasmem – a ter quatro (quatro) opções de resposta cada uma. Em uma votação que tem por objeto dizer “sim” ou “não”, isto é, confirmar ou afastar a decisão do CD, a deliberada opção da Presidência do colegiado parece, mais uma vez, vir em desfavor do sócio. De fato, considerando que é necessária uma maioria qualificada – 2/3 dos votantes – para rejeitar a posição do CD, fica claro que multiplicar as opções de escolha dificultará, muito, a formação desta maioria. Mais uma vez, assim, a grande maioria dos sócios poderá optar pela redução do número de conselheiros vitalícios (coisa que já fez na Assembleia Geral passada, e solenemente ignorada pelo CD) e acontecer de nenhuma das duas propostas que propõe isso obter o quórum exigido. Basta imaginar o seguinte quadro quanto a Pergunta 1: a redução na alternativa B tem 50% dos votos, a redução na alternativa C tem 50% dos votos, e mesmo que votem TODOS os sócios determinando a redução do número de vitalícios, e NENHUM apoiando a manutenção do atual número de cadeiras, a decisão do CD será considerada… MANTIDA! Chique, não? Sim, esta é a democracia palestrina.

Bem, como reclamar não adianta nada, a Confraria Palestrina vai propor votos EM DUAS DAS QUESTÕES – são indicações, e claro que cada um tem suas próprias convicções, mas entende-se que estas são questões centrais pro futuro do nosso clube, e é MUITO importante votar com consciência. A elas, então:

QUESTÃO 1 – DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE CADEIRAS DE CONSELHEIROS VITALÍCIOS:

A CONFRARIA PALESTRINA APOIA A VOTAÇÃO NA OPÇÃO 2, COM A REDUÇÃO DO NÚMERO DE CADEIRAS DE 148 PARA 100, COM VIGÊNCIA IMEDIATA.

Fundamento: o CD, contra a vontade do sócio, mais uma vez votou contra a redução das cadeiras de vitalício – hoje são 148 de 300 cadeiras. Esta é a opção 1. A opção 2, por nós indicada, prevê a imediata redução para 100, sem regra de “amortecimento” – as cadeiras que forem vagando vão sendo, imediatamente, colocadas em votação pelos sócios. A terceira opção, além de prever manter 120 vitalícios (pra que??), determina que somente começa a valer a regra a partir de 2021… Até lá, aqueles conselheiros que assim desejam poderiam se candidatar ao cargo, contrariando mais uma vez a vontade dos sócios.

QUESTÃO 5 – PUBLICAÇÃO DOS TRABALHOS DO COF

A CONFRARIA PALESTRINA APOIA O VOTO NA OPÇÃO 3, QUE TORNA REGRA A TRANSPARÊNCIA, AO CONTRÁRIO DO QUE DESEJA O COF

Fundamento: O COF propôs, acreditem, o sigilo total dos assuntos ali tratados. Isso é inadmissível – entendemos que a transparência deve ser a regra, devendo o colegiado decidir, caso a caso, o que deve ser sigiloso. É óbvio, mas, de novo, o COF tenta impor o sigilo aos seus trabalhos (prestar contas pra que, né?), coisa que simplesmente não podemos admitir. A emenda proposta fala exatamente isso: regra da transparência, sigilo como exceção.

É isso. A mensagem é curta, e vale muito: quem for sócio deve tentar comparecer. É importantíssimo. Temos mais uma chance, talvez a última em muito tempo, de impor ao clube um regime mais profissional, mais limpo, mais democrático. É um contribuição que esta geração dará ao Palmeiras do futuro – um divisor de águas em sua história. Ao voto, então.

 

Colinha geral, pra quem gosta de imprimir:

Questão Alternativa
1 2
2 1
3 1 ou 2
4 1 ou 2
5 3
6 1
7 1
8 1

 

 

Link permanente para este artigo: http://confrariapalestrina.com.br/664/