«

»

Coluna do Haneri – ORDEM E PROGRESSO – VERSÃO PALMEIRENSE

Após observações feitas no clube, frequentando-o por algumas semanas, entendendo situações havidas no passado próximo e o que tem se apresentado, vejo mudanças.

O que houve com a nossa querida Confraria Palestrina, renovando a diretoria, refazendo o seu estatuto, o nosso time, em ordem, superando esse interminável campeonato, com ética e futebol, me remeteram aos dizeres: ORDEM E PROGRESSO! Familiar, não?

Inspirado pelo o que tenho observado nesses vários segmentos que envolvem nosso Palmeiras, me lembrei da teoria positivista do filósofo AUGUSTO COMTE que ilustra a bandeira nacional. Essa coluna não tem críticas ao momento político nacional, mas sim demonstrar as novidades que enxerguei nas alamedas do clube, no time, enfim, das boas mudanças havidas desde o início da atual gestão.

Terminada a gestão passada, com o time rebaixado, a turma (que ainda existe) do quanto pior melhor em ebulição, com brigas e nenhum movimento no sentido de melhorar o Palmeiras, nos mostrando um futuro próximo nebuloso e desperançoso, tomou posse o atual presidente.

Falo em ordem e progresso pelo seguinte: ordem é uma estrutura estática, que gera paz e segurança social e o progresso é o dinamismo da melhora cotidiana, sempre andando para frente, remando todos no mesmo sentido, que me parece está acontecendo no dia a dia atual da SEP.

Hoje, ao entrarmos no clube, percebemos uma atmosfera muito mais saudável, leve, vemos situações em ordem, um momento de calma e respeito à nossa bandeira, mesmo com as viúvas do quanto pior melhor estarem rondando as alamedas do Palmeiras.

Ou seja, com o profissionalismo colocado, sem haver choque de gestão, é gostoso estar no clube, à vida alvi-verde está em ordem, em paz, com respeito à oposição e ideias diferentes, e os palmeirenses de fato e de direito, sempre bem-vindos.

Esse mesmo profissionalismo trouxe progressos ao time, que, com mudanças no plantel, dentro do possível, dado o caos financeiro das gestões anteriores herdado pela atual, o Palmeiras recupera a identidade, jogando “de verde” e prestes a retornar a elite do futebol para não mais sair, dada a boa herança que certamente ficará para o próximo mandatário.

Portanto, claríssimo está o dinamismo do evento “progresso”, atuando em prol do orgulho palmeirense, que junto com a ordem nos dá paz e sossego para sermos simples e orgulhosamente PALMEIRENSES.

AO TRABALHO PALMEIRESES!

Saudações alvi-verdes!

Link permanente para este artigo: http://confrariapalestrina.com.br/coluna-do-haneri-ordem-e-progresso-versao-palmeirense/